Buscar
  • Robson Pitta

Como transportar seu pet no veículo corretamente?

O nosso amigo inseparável e companheiro do dia a dia não poderia faltar na viagem de férias, não mesmo? Pois é, mas são necessários alguns cuidados e regras à seguir.


Por isso, se você vai viajar de carro, veja tudo o que é e o que não é permitido para evitar multas e manter o bem-estar do seu pet na hora de fazer as malas.


Antes de qualquer coisa, vamos responder a pergunta que muitos condutores fazem ao chegar até o Multas Curitiba: é permitido viajar com seu pet no carro?


SIM, você pode! Mas para isso há regras e elas, a todo o momento, devem ser respeitadas.

Lembre-se que um animal solto no carro pode sofrer uma queda da janela, bloquear ou distrair o motorista. Isso pode resultar em um grave acidente.

O que diz a Lei:

O artigo 252 do CTB esclarece:

“Art. 252. Dirigir o veículo: (…) II – transportando pessoas, animais ou volume à sua esquerda ou entre os braços e pernas; Infração – média; Penalidade – multa”

Ainda que pareça óbvio, precisamos ressaltar que, em hipótese alguma, transporte seu pet no bagageiro acima do veículo. Quanto a isso, o CTB (Código de Trânsito Brasileiro) afirma:

“Art. 235. Conduzir pessoas, animais ou carga nas partes externas do veículo, salvo nos casos devidamente autorizados: Infração – grave; Penalidade – multa; Medida administrativa – retenção do veículo para transbordo.”

Além de te custar R$ 195,23 e mais 5 pontos na CNH, é possível que o bagageiro se solte causando graves acidentes na estrada e levando à morte do seu bichinho. Então descarte sempre essa ideia!


O que você também precisa saber é que seu amigo deverá ser transportado sempre no banco de trás.Utilize do bom senso para se atentar aos limites. Se seu carro possui três cintos de segurança, lembre-se que você não deve transportar mais do que três pessoas e isso também deve ser aplicado na hora de levar seu pet para a viagem.


Não arrisque a segurança do seu animalzinho!


Mas agora que você já sabe o que não fazer, saiba o que e como deve fazer para que seu cão siga viagem tranquilamente e aproveite as férias junto com você, sem grandes problemas no caminho.

Como fazer corretamente?

  • UTILIZE CINTO DE SEGURANÇA PARA CACHORROS ENTRE 5 E 50 KG.

Ainda que o cinto possa desagradar seu amigo, por envolver o peito, costas e ombros, a função do cinto de segurança é absorver o impacto em caso de colisão do veículo. Caso isso não seja uma opção para ele, siga nossa segunda sugestão!

  • UTILIZE A GRADE DIVISÓRIA DENTRO DO VEÍCULO.

Caso seu cachorro tenha mais que 25 Kg, seja muito agitado e não consiga se adaptar ao cinto, a grade divisória é a melhor opção. Ela deverá ficar posicionada para afastar os passageiros do seu pet.

  • UTILIZE A CAIXA DE TRANSPORTE.

Essa é uma opção para animais de até 50 Kg, em alguns casos é recomendada para animais de até 25kg.

Uma dica: antes de por o pé na estrada definitivamente, saia para passeios de carro curtos e prazerosos com seu pet para que ele se adapte mais rapidamente com a ideia da viagem.

Conte conosco!

Independentemente de qual opção preferir, lembre-se sempre: animal no banco da frente jamais! Se ainda assim, com todas nossas dicas, você for multado injustamente por transportar seu pet na viagem, não esquente a cabeça, e entre em contato com a equipe Multas Curitiba.

Caso tenha ficado com alguma dúvida sobre como transportar cachorro na viagem de carro ou precise entrar com recurso contra uma multa, saiba que nosso objetivo e de nossos Advogados Especialistas em Direito de Trânsito é trabalhar até o último instante para que você tenha todos os seus direitos garantidos.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo