Buscar
  • Robson Pitta

10 dicas para recurso de bafômetro

A primeira coisa que pensamos quando ingerimos álcool e pegamos o carro é na possibilidade de sermos parados por uma blitz, não é mesmo?

Dirigir com atenção e responsabilidade é dever de todo motorista e é fundamental para a manutenção de um trânsito mais seguro para condutores, passageiros e pedestres. Quando isso não acontece, no entanto, a imprudência do motorista pode ocasionar multas de trânsito e, até mesmo, a suspensão da carteira de habilitação.

A Multas Curitiba atua há 10 anos e possui profissionais especialistas em direito de trânsito. Seu caso será analisado gratuitamente por um advogado especialista. Caso esteja buscando por um Recurso de Multa, clique no link anterior para saber mais ou entre em contato conosco através do chat, Whatsapp ou telefone. A avaliação do seu caso é gratuito e individual.

As multas de trânsito são motivo de preocupação para qualquer motorista. Isso porque até mesmo condutores com elevado senso de responsabilidade estão sujeitos a cometer infrações, por motivos diversos.


As dicas para quem quer entrar com recurso:

1 – Primeiramente, você precisa de um auxílio de especialistas de quem já entende do assunto, a seja, advogados especializados em Direito do Trânsito.

2 – Qualquer cidadão brasileiro tem o direito de fazer petições ao poder público sem pagar nada, e assim, os órgãos de trânsito do Brasil atende esta norma da constituição federal. Então você deve saber dessa informação e buscar o formulário para preencher em sua defesa, mas apesar de parecer simples, lidar com esse tipo de documento pode ser complexo.

3 – Conforme inciso II do Art. 281 do CTB – Código Brasileiro de Trânsito – o condutor infrator deve enviar a notificação da autuação no prazo de 30 dias corridos e muitas vezes o mesmo não ganha o recurso por esse motivo e não pela infração em si, já que a falta de conhecimento do Direito do Trânsito pode se tornar um agravante,

4 – Uma coisa é fato: o condutor deve e pode estudar tudo a respeito de como anular uma infração de trânsito, porém, devido a algum detalhe no documento feito de forma errônea pode levar ao fracasso do recurso.

5 – Uma vez recebido o boleto da multa de trânsito, após recorrer e caso os recursos terem sido negados, é preciso fazer o seu pagamento, que pode ocorrer nas redes bancárias autorizadas por cada estado. É importante ressaltar, no entanto, que podem existir regras próprias de cada Detran, sendo assim é indicado consultar as condições de cada órgão responsável.


6 – As multas de trânsito nada mais são do que a punição financeira para condutores que apresentem comportamentos prejudiciais ao trânsito e têm como objetivo inibir que a prática se repita em outras ocasiões. Vale lembrar que entre as multas de trânsito, valores podem variar.

7 – A aplicação de multas indevidas é bem comum. E esse motivo que faz com que muitos motoristas fiquem apreensivos e com receio de perder o direito de dirigir, busquem auxílio de especialistas para recorrer.


8 – Conforme Lei Federal 9.784/99, se você não foi você o autuado, não poderá se defender de uma infração que não cometeu, salvo se a infração cometida por outra pessoa te prejudicar de alguma maneira.

9 – A defesa ou recurso deverá ser apresentado por escrito de forma legível e eles claro, irão exigir que você utilize o formulário.

10 – O prazo para o envio do recurso estará na própria notificação, e será o mesmo do vencimento para pagar a multa (5º Art. 282 do CTB) que não será inferior a 30 dias ( 4º Art. 282 do CTB).

Por que escolher um escritório especializado em direito de trânsito?

Ao contratar os serviços da Multas Curitiba suas chances aumentam. Nossos advogados especialistas em direito de trânsito conhecem as brechas da lei e as falhas dos órgãos de trânsito.

Além disso, o seu recurso de multa será totalmente personalizado, feito especificamente para o seu caso. Não utilizamos recursos de multas prontos. É uma maneira rápida, 100% dentro da Lei, feita por uma equipe experiente que vai te ajudar passo a passo a recorrer da sua multa e manter sua CNH.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco, faremos uma análise gratuita do seu caso e ficaremos feliz em ajudá-lo.

12 visualizações0 comentário